31 de mar de 2014

Top comentarista: Abril

8 comentários:
Olá,
   finalmente podemos ter um top comentarista! O nosso primeiro top comentarista vai precisar de algumas regras para ser melhor organizado, então peço aos interessados que leiam, sigam as regras para não ter nenhum problema e participem.



Resenha - O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias

Um comentário:
Olá,
   primeiro preciso pedir desculpa por não ter preparado uma boa resenha para hoje, o livro não é dos mais resenhados até porque é bem diferente, o livro da resenha de hoje é O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias do cineasta e escritor Tim Burton.

O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias
O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias
Tim Burton
Editora: Girafinha
Páginas: 128
Ano: 2007
Minha avaliação: ♥♥♥

Das incríveis animações em stop motion — como O estranho mundo de Jack e A noiva cadáver — aos modernos e excêntricos contos de fada Edward Mãos de Tesoura e Peixe grande, o cineasta Tim Burton tornou-se conhecido por sua linguagem visual única, que equilibra perspicácia e humor ácido.

Neste livro, em que as ilustrações evocam a doçura e a tragédia da vida, Burton apresenta uma galeria de personagens infantis muito peculiares. Incompreendidos e desajustados, eles lutam para encontrar amor e aceitação em um mundo cruel. São desesperançados e infelizes heróis que nos lembram o lado negro que há em todos nós.

29 de mar de 2014

Resumo do mês - Março de 2014

Nenhum comentário:
Olá,
  aqui no blog temos o Lidos no mês e todo dia 28 ele aparece por aqui para falar sobre os livros que li, mas esse mês resolvi falar não só dos livros que li, mas também dos filmes que assisti, músicas que viraram meu vicio e livros que chegaram das parcerias, além de falar sobre o que podem esperar no próximo mês e é por esse motivo que tivemos um pequeno atraso, mas enfim vamos ao Resumo do mês.



Pipoca com chocolate #20

Nenhum comentário:
Olá,
   hoje no Pipoca com chocolate seremos românticos e dramáticos, o filme tema desse sábado é Diário de uma paixão do cineasta Nick Cassavetes.

Diário de uma Paixão (The Notebook) - Poster / Capa / Cartaz





Diário de uma paixão

Título original: The Notebook
Direção: Nick Cassavetes
Duração: 123 minutos
Classificação: 14 anos
Estreia no Brasil: 13 de agosto de 2004
Minha avaliação: ♥♥♥








28 de mar de 2014

Frases e Capas - Percy Jackson e Os Olimpianos

Nenhum comentário:
Olá,
  no nosso Frases e Capas de hoje teremos os livros da saga Percy Jackson e Os Olimpianos de Rick Riordan, sei que assim como eu, muitas pessoas são fãs dos livros, então espero que todos gostem e comentem sua preferida.

Capas e sinopses brasileiras:

O Ladrão de Raios O Mar de Monstros A Maldição do Titã

Resenha - A Menina Que Roubava Livros

2 comentários:
Eu estou aqui de novo, gente! Hoje é sexta, dia de resenha!
Enfim, hoje eu vou postar uma mais antiga porque:
a) eu fiquei a semana inteira estudando para as provas e não tive tempo de fazer uma resenha hoje
b) hoje eu estou passando muito mal mesmo então não vou conseguir uma resenha prestável
Também tem essa resenha lá no meu, e se alguém quiser dar uma passada lá o link é esse aqui: http://not-anerd.blogspot.com.br/


Título: A Menina Que Roubava Livros
Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Sinopse: A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler.

Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade.

A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.


U M A  P E Q U E N A  V E R D A D E
 eu não gostei tanto assim


Eu já tinha tentado ler A Menina Que Roubava Livros antes, mas acabei abandonando. Depois de ver o filme, fiquei morrendo de vontade de tentar de novo, eu foi o que eu fiz.
Só que eu não gostei tanto assim.
É um livro muito bom, mas não era tudo aquilo que eu esperava. Acho que as expectativas -devido ao filme e a várias resenhas- me deixaram muito ansiosa para ler! Foi a mesma relação que eu tive com A Culpa É Das Estrelas: é um ótimo livro, mas nada que tenha mudado minha vida.

"Com um sorriso desses, você não precisa de olhos." -Hans

Me surpreendi com a personalidade da Liesel. Ela é uma protagonista incrível! Tem suas características, não é uma "mosca morta", e em muitas partes ela salva a história. Liesel é uma menina única, sinceramente. Markus Zusak acertou ao criar ela como protagonista, nesse cenário e, ainda por cima, roubando livros. 
Ela é uma menina inteligente, decidida, com opinião e madura. Joga bola com os meninos na rua, aposta corrida com o Rudy, entra na casa do prefeito e assalta a biblioteca...

"Ás vezes as pessoas são tão bonitas; 
não pela aparência física nem pelo o que dizem.
Só pelo o que são." -Morte

Também tem Hans e Rosa, os pais adotivos da menina. Ele, apesar de seus defeitos, tem um grande coração; é um exemplo de pai. Ele ensinou Liesel a ler e sempre a acobertava de Rosa.
Já ela, é briguenta e boca suja, mas no fundo é uma ótima pessoa. Ela gosta de Liesel e de Hans e de Max e, talvez, até do Rudy. 

"A única coisa pior que um menino que detesta a gente.
Um menino que ama a gente." -Morte

O Rudy foi meu personagem preferido da história. Desde o início ele é um menino amável! Moleque, divertido e apaixonado. Pela Liesel, claro!  Impossível não amar o menino com os cabelos cor de limão.

"Uma, roubava livros
O outro, roubava o céu." -Morte

Outro personagem apaixonante é o Max. Ele é um judeu que foi se esconder na casa de Liesel, devido a uma promessa de Hans (longa -e triste- história). 
Apaixonado por palavras, a amizade dele com a Liesel é linda! A relação dos dois é muito forte e, com  certeza, única.

"Algumas pessoas passam por sua vida, outras a
acompanham até que já não seja mais possível,
outros estão mais perto do que parece" - Morte

Eu sei que falei muito dos personagens (e coloquei muitas frases, que são lindas), mas eu acho que A Menina Que Roubava Livros é um daqueles livros que vale mais a pena pelos personagens do que pela história. O enredo se tornou muitas vezes maçante e irritante, pois chegava em um ponto que não tinha mais nada para contar. 
O ritmo da história muda bastante, algumas vezes ficando rápido demais e em outras devagar demais, o que também deixou o livro confuso e cansativo. 
Outro ponto muito (muito muito, muito) ruim do livro foi o autor não ter explorado bem a Segunda Guerra Mundial. Ficou bem "no fundo" mesmo, e em certas vezes a família de Liesel só parecia uma família pobre passando dificuldades. Você se esquecia que tudo se passava na Segunda Guerra!

"Está aí um a coisa que nunca saberei e nunca 
compreenderei- do que os humanos são capazes" -Morte

Não me entendam mal, vale a pena ler. Não é um dos melhores livros que eu já li, não está entre os melhores enredos, mas os personagens entrariam para a categoria dos melhores. Eu só tenho uma dica: não crie tantas expectativas.



_____________________________________________________________



Le Sanches 
(ainda não tenho assinatura legal! hahaha)

27 de mar de 2014

Top 4 - As novas versões

Nenhum comentário:
Olá,
  sabe aqueles livros que logo ao ler a sinopse você sabe que é uma nova versão de um conto de fadas? Então, são eles que estão no nosso Top 4 de hoje, eu gosto de livros assim e espero que vocês também gostem.

A Garota Da Capa Vermelha
A garota da capa vermelha
Sarah Blakley-Cartwright, David Leslie Johnson

Links: Skoob / Trilha sonora

E por que não começar pelo mais famoso? A garota da capa vermelha é um livro baseado no filme de mesmo nome, teve bastante divulgação e por isso é uma das "novas versões" mais famosas. O livro baseado no conto de Chapeuzinho Vermelho foi lançado pela editora iD e não revela o final que só pode se lido em um capitulo extra na internet.

26 de mar de 2014

[Nova parceria] Bruna Fontes

Nenhum comentário:
Olá,
  temos mais uma escritora que fechou parceria com o blog, dessa vez foi Bruna Fontes autora de La La Land - O sonho americano.

Foto -Bruna Fontes
 Bruna Fontes

"Bruna Fontes nasceu durante uma baite tempestade de agosto na cidade de Niterói, Rio de Janeiro. Começou a escrever aos doze anos quando descobriu o universo das fanfics e depois disso nunca mais parou. Hoje em dia divide seu tempo entre a faculdade de Letras na UFRJ, as séries de TV e os mundos paralelos que ela visita o tempo todo em seus livros. Escrever e cantar são suas maiores paixões e com a La La Land ela começou a acreditar ainda mais em seus sonhos."



24 de mar de 2014

Resenha - A marca de uma lágrima

2 comentários:
Olá,
  na resenha de hoje temos mais um nacional, um livro que merece ser lido, A Marca de uma lágrima de Pedro Bandeira.

A Marca de Uma Lágrima


A marca de uma lágrima
Pedro Bandeira

Editora: Moderna
Páginas: 128
Ano: 1987
Minha avaliação: 

Links: Skoob / Pedro Bandeira






22 de mar de 2014

Pipoca com chocolate #19

Um comentário:
Olá,
   no nosso Pipoca com chocolate de hoje teremos o primeiro filme nacional, As Melhores coisas do mundo é dirigido por Laís Bodanzky e teve sua estreia em 2010.

As Melhores Coisas do Mundo (As Melhores Coisas do Mundo) - Poster / Capa / Cartaz






As melhores coisas do mundo

Direção: Laís Bodanzky
Duração: 107 minutos
Estreia: 16 de abril de 2010
Minha avaliação: ♥♥♥











21 de mar de 2014

Frases e Capas - Feita de fumaça e osso

2 comentários:
Olá,
  o nosso Frases e Capas de hoje é sobre o livro Feita de fumaça e Osso, é um livor que ainda não li, mas que quero muito ler, então aqui vai para os que já leram ou querem conhecer.

Capa e sinopse brasileiras:

Feita de Fumaça e OssoFeita de fumaça e osso

"Pelos quatro cantos da Terra, marcas de mãos negras aparecem nas portas das casas, gravadas a fogo por seres alados que surgem de uma fenda no céu.Em uma loja sombria e empoeirada, o estoque de dentes de um demônio está perigosamente baixo. E, nas tumultuadas ruas de Praga, uma jovem estudante de arte está prestes a se envolver em uma guerra de outro mundo.O nome dela é Karou. Seus cadernos de desenho são repletos de monstros que podem ou não ser reais; ela desaparece e ressurge do nada, despachada em enigmáticas missões; fala diversas línguas, nem todas humanas, e seu cabelo azul nasce exatamente dessa cor. Quem ela é de verdade? A pergunta a persegue, e o caminho até a resposta começa no olhar abrasador de um completo estranho. Um romance moderno e arrebatador, em que batalhas épicas e um amor proibido unem-se na esperança de um mundo refeito."

Resenha - O Príncipe e o Guarda

Nenhum comentário:
Especial para os fãs de A Seleção! Eu amo essa série, sério *-*


Título: Contos da Seleção: O Príncipe e o Guarda - Livro 2,5
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Sinopse: Os dois contos que se passam no universo criado por Kiera Cass, autora da trilogia A Seleção, agora estão disponíveis em edição impressa. Em “O Príncipe e O Guarda”, o leitor pode acompanhar de perto os pensamentos e emoções dos dois homens que lutam pelo amor de America Singer. Antes de America chegar ao palácio, já havia outra garota na vida do príncipe Maxon. O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam. Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real — e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer. Leitura indispensável para os fãs de A Seleção, esta antologia inclui, ainda, um final estendido do conto O Príncipe; conteúdos extras exclusivos, como uma entrevista com a autora e dados inéditos sobre os personagens; além dos três primeiros capítulos de A escolha, o aguardado desfecho da trilogia, que será lançado em maio de 2014.


O Príncipe e o Guarda... O que dizer? Eu surtei com esse livro!
Em primeiro lugar: Livro 2,5? Eu amei essa, achei super criativa! E o título... Apesar de ser "óbvio" eu achei tão perfeito! Tão simples e tão direto... A capa é linda! A America está maravilhosa, apesar do erro dos olhos (de acordo com as descrições de Kiera eles são azuis, não verdes). 

Os dois contos ("O Príncipe" e "O Guarda") mostram a perspectiva do Maxon e do Aspen, sobre uma parte da história (o Maxon fala sobre um pedaço de A Seleção e o Aspen fala sobre um pedaço de A Elite), o que eu achei uma coisa completamente incrível! Isso muda toda a sua perspectiva sobre a história, porque você começa a ver tudo de um jeito tão diferente! 
Kiera, você é um gênio.

"E foi assim que a Seleção me prestou seu primeiro favor:
com America no palácio, eu teria a chance de tentar" -Maxon

Eu era Team Maxon na Seleção, continuei Team Maxon na Elite (apesar do Príncipe ter me decepcionado. Muito.) e, com O Príncipe e o Guarda, eu pisei em cima do resto de "Team Maxon" que eu tinha. Ele me pareceu tão robótico no livro! E um pouco egocêntrico, por mais que ele sempre parecesse o contrário. Foi uma grande surpresa o conto.
Quanto a escrita, foi perfeita! Mesmo que seja a mesma autora, a mesma história, a escrita da Kiera se "adaptou" para o Maxon. E o fato de ela ter falado do que o Maxon pensa sobre a America, a relação dele com o pai, a vida dele antes da Seleção... Foi perfeito! Mas foi inacreditável, porque ele é completamente diferente do que eu imaginava.

"O céu é azul, o sol é quente e Aspen ama America para sempre. 
O mundo foi feito para ser assim." -Aspen

Esse conto doeu. Gente, doeu muito, sério! Além de o Aspen ser super sentimental e romântico (e não "casca grossa" como ele parecia), ELE FALA DA PARTE QUE A MARLEE E O CARTER FORAM CHICOTEADOS! 
Nada legal, Kiera,
E foi muito fofo ler isso, porque ele é... Meigo, amável, fofo, não sei! Assim como "O Príncipe", "O Guarda" tomou um rumo que eu não esperava. 
E eu tenho que dizer que agora eu sou Team Maxon e vou subornar a Kiera com salgadinhos Wheat Thins para ela colocar os dois juntos, mesmo que ela já tenha escrito "A Escolha"!
E fora o romance, a parte "política" da história ficou muito mais evidente no conto do Aspen do que no do Maxon. Foi simplesmente genial o fato da Kiera ter deixado "escapar" alguns segredinhos do Rei através da narração do Aspen... E essa parte meio distópica da série também é super interessante.

E o livro ainda teve Bônus: três capítulos de A Escolha, uma lista completa das Selecionadas, uma lista das castas, uma entrevista com a Kiera, árvores genealógicas do Aspens, do Maxon e da America, trilhas sonoras de A Seleção e de A Elite.
Eu vou me casar com esse livro.
Os Bônus fizeram o livro ainda melhor. E eu amei principalmente as Trilhas Sonoras, que tem tudo a ver com a série, e as bandas são perfeitas! Pensa só: ouvir Fall Out Boy, Paramore, OneRepublic, Jason Mraz, Linkin Park, The Cab, Kelly Clarkson, Owl City, One Direction e várias outras bandas diwas lendo A Seleção? Além de ser uma ótima escritora, Kiera tem muito bom gosto musical!

Enfim, O Príncipe e o Guarda é muito, muito, muito bom, e é leitura obrigatória para qualquer fã de A Seleção!

_____________________________________

Gostaram? Essa resenha também está lá no meu blog, então se quiserem dar uma passadinha lá eu vou ficar super feliz! http://not-anerd.blogspot.com.br/2014/03/resenha_20.html

Beijos,
Le Sanches

20 de mar de 2014

Top 4 - Os desconhecidos que quero ler

2 comentários:
Olá,
  hoje vou falar sobre livros que alguns leitores não conhecem, mas que eu quero muito ler, são livros que descobri de repente e que quero muito ler, mas que sei que muitos leitores nem conhecem. Vamos aos livros!

Tenshi
Tenshi - Um anjo sem asas
Luciane Rangel e Ana Claudia Coelho - Skoob

"Seria ele um anjo? Que outra explicação teria para aquele garoto surgir do nada em seu caminho, caído, ferido, frágil e desmemoriado, bem na noite de um tradicional festival? Ao encontrá-lo, a possibilidade de ajudá-lo se torna um escape para Umi, uma adolescente que enfrenta no dia a dia as dificuldades de ser diferente. E assim ela acaba, sem perceber, se envolvendo em um novo sentimento. Enquanto se esforça para descobrir quem é o misterioso garoto desmemoriado, os acontecimentos inesperados daquele verão também levam Umi a descobrir mais sobre si mesma."

19 de mar de 2014

Coluna do Té - Remake do tema de Super Mario World made by Té

Nenhum comentário:
Saudações, homo sapiens! Na coluna de hoje mostrarei um pouco do meu trabalho fora do blog.

Apesar de nunca ter sido dito a respeito no blog - pelo menos até agora - eu costumo trabalhar com música, então hoje trarei um pouco desse trabalho para o blog.
Será montagem? Sei não, heim...
O que fiz consiste basicamente em duas coisas: Um sample e um remake de uma das músicas tema do clássico jogo Super Mario World. O sample é uma base instrumental feita a partir de uma música já existente, e o remake, como o nome sugere, é tentar recriar os elementos da música para fazer uma nova base instrumental (Geralmente chamada de beat) tentando aproximar-se ao máximo da original. Além disso, são acrescentados efeitos como o aumento e diminuição da velocidade, várias batidas alternadas e os conhecidos "breaks" - as paradas na música.

Sem mais enrolação, vamos ao vídeo:
(Recomendo que ouçam em um fone de ouvido com volume alto, para que todos os sons sejam percebidos)

Até semana que vem, espero que tenham gostado do projeto, pode ser que eu faça mais coisas do tipo. aZeus, homo sapiens!

-Té.

Escreveu o que? - Márjorie Barth e M. C. Pereda

Nenhum comentário:
Olá,
   continuando com os nossos "Escreveu o que?" especiais com os autores parceiros do blog, hoje será mais uma vez duplo, as escritoras de hoje são M. C. Pereda e Márjorie Barth.






Márjorie Barth










18 de mar de 2014

Trilha sonora - Reiniciados

Nenhum comentário:
Olá,
  hoje é dia de musica e como prometido na última semana hoje temos trilha sonora de livro, o livro de hoje é o mesmo resenhado ontem Reiniciados de Teri Terry, tem Linkin Park, Paramore e outras ótimas bandas, continuem lendo.


17 de mar de 2014

Resenha - Reiniciados

Um comentário:
Olá,
  mais uma semana e aqui no blog ela começa com resenha, o livro que escolhi para a resenha de hoje é Reiniciados de Teri Terry.

Reiniciados
Reiniciados - Série Slated
Teri Terry

Editora: Farol literário
Páginas: 432
Ano: 2013
Minha avaliação: ♥♥♥♥♥


Onde comprar: Wook

15 de mar de 2014

Pipoca com chocolate #18

Um comentário:
Olá,
  na semana em que o blog faz 6 meses, temos o nosso Pipoca com chocolate de número 18 e pra hoje escolhi um filme que gostei bastante, Quase Famosos de Cameron Crowe.

Quase Famosos (Almost Famous) - Poster / Capa / Cartaz





Quase Famosos

Título original: Almost Famous
Direção: Cameron Crowe
Duração: 122 minutos
Estreia no Brasil: 23 de março de 2001
Minha avaliação: ♥♥♥♥











14 de mar de 2014

Resenha - Depois dos Quinze

Nenhum comentário:
Oi, oi, oi, gente! Estou de volta! Espero que gostem da resenha que eu preparei para vocês hoje :)


Título: Depois dos Quinze
Autor: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Sinopse: Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu. Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras. Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.


Bruna Vieira tem o dom de descrever coisas indescritíveis.

É muito difícil eu realmente gostar de um livro de crônicas e contos -na verdade eu acho que é a primeira que eu empolgo com um livro assim. As crônicas da Bruna são absolutamente incríveis! É meio difícil eu descrever exatamente o que eu achei do livro, já que são várias histórias misturadas, e cada uma é única. 
Foi fácil se identificar com as palavras de Bruna; e mesmo as situações que eu não vivi pareceram reais pra mim. Tudo que ela conta tem uma sinceridade que me impressionou. Ela parece real, sabem? Não completamente fantasiosa como algumas das blogueiras ou autoras que encontramos. Ela não é perfeitas, ela já passou por dificuldades, mas também já teve alegrias. Ela já chorou muito, já desembolou -ou deixou embolados mesmo- muitos nós da vida. E ela tinha 18 anos quando publicou esse livro! (agora ela tem 20, se eu não me engano) E isso me faz pensar que tudo aquilo sobre "idade não é maturidade" e etc é completamente verdade.
Me dava vontade de ler esse livro cada vez mais rápido. Eu queria juntar todas aquelas palavras, e descobrir o que acontece depois do "fim". Ela é tão sensível, e parece que sabe exatamente o que estamos precisando ouvir. 

As melhores crônicas do livro foram, na minha opinião, "Nó", "Meu Eu Em Você', "Abra a Janela", "Epifania", "Cinderela e o Sapato Sem Número". Todas elas destruíram completamente meus sentimentos! São lindas, aquelas crônicas (ou conto, no caso último) que te prendem, sabe? Bem, eu não sabia até ler Depois dos Quinze.
Eu me senti tão inspirada pela Bruna! Ela era uma garota normal, que morava em uma cidade pequena, tinha 15 anos e criou o blog Depois dos Quinze para tentar superar uma desilusão amorosa. Agora, ela é ousada, poderosa, mora em São Paulo, é uma das blogueiras mais influente do mundo e está vivendo a vida dos sonhos dela. E ela simplesmente começou a escrever -talvez sem medo, ou talvez com muito medo. 

Não dá para acabar essa resenha sem falar do design do livro, né? Ele é super fofo! A capa é linda, a arte é muito perfeita! Acho que, pelo artista não ter se preocupada com a "realidade" e a "perfeição" do rosto, dos olhos, dos prédios e etc fez a capa ficar mais linda ainda. As páginas amareladas são a maior fofura, e a fonte do título de cada texto é super meiga. As páginas no meio do livro com fotos da Bruna e frases dela são a maior fofura, daria pra fazer um pôster delas, hahaha! Super criativo e caprichado.

Eu só queria deixar uma coisa bem clara: esse é um livro para adolescentes. Já ouvi muitos blogueiros adultos -com mais de 40 anos- criticando o livro, falando que ele não é construtivo ou divertido. Mas, sinceramente, eu não entendo porque alguém de 40 anos iria querer ler esse livro, afinal, ele se chama Depois dos Quinze! Recomendo que leiam resenhas de pessoas mais novas, pois é para esse público que o livro é escrito. 
Mas, enfim, descobri que a Bruna Vieira não é só mais uma blogueira. Ela é uma escritora muito talentosa, inteligente, sentimental, com um ótimo gosto musical (no fim do livro tem uma listinha de músicas para você escutar enquanto lê! Eu surtei!) e muito fofa. Você está de parabéns pelo livro, Bruna!




A resenha também está lá no meu blog, olhem lá também! ;) http://not-anerd.blogspot.com.br/2014/03/resenha_11.html



Le Sanches
(eu não tenho uma assinatura top, mas vamos fingir que sim!)

Frases e Capas - Série Fadas

Um comentário:
Olá,
  nosso Frases e Capas de hoje é da série Fadas da escritora Aprilynne Pike, a série é composta pelos livros Asas, Encantos, Ilusões e Destinos.

Capas e sinopses brasileiras:

Asas Encantos Ilusões Destinos

13 de mar de 2014

Top 3 - Mais visualizados

Um comentário:
Olá,
  ontem o blog fez 6 meses e mesmo não sendo uma grande data queria "comemorar de alguma forma, então hoje teremos Top 3 - Mais visualizados, assim marcamos a data de alguma forma e deixamos pra vocês os mais lidos no blog.

3. Frases e capas - Como eu era antes de você

12 de mar de 2014

Coluna do Té - 6 Meses de 394: Nostalgia do Té

Um comentário:
 Saudações, pessoas! A coluna de hoje será uma "revisão" do que já foi postado na coluna, porém de uma maneira um pouco diferente: Aplicando todos os temas em um anime para gerar um novo conteúdo. E nada melhor para isso do que o primeiro anime que eu comecei a acompanhar: Naruto Shippuden.

No dia 9 de Novembro de 2013 foi feita a primeira postagem da Coluna do Té: Cosplay
Cosplays de Naruto Shippuden:
Pain
Suigetsu
Itachi
Pain
Em 16 de Novembro de 2013 foi feita uma postagem sobre músicas de jogos e animes
A maioria das músicas tema de Naruto Shippuden são feitas por Toshiro Masuda, e têm uma qualidade excepcional. Selecionei um cover da música The Raising Fight Spirit, que mistura rock com batuque e flauta transversa de uma maneira épica.
video

Em 23 de Novembro de 2013 foi feita uma postagem sobre Jogos baseados em livros
Considerando que Naruto Shippuden é uma adaptação de mangá, ou seja, dos quadrinhos japoneses, pode-se dizer que seus jogos são baseados num tipo de livro, então mostrarei, assim como no post original, o trailer de um dos jogos mais atuais de Naruto: Ultimate Ninja Storm 3


Em 8 de Dezembro de 2013 foi feita a última postagem do ano, sobre Tipos de mangá e anime, junto à minha despedida temporária do blog.
Naruto Shippuden se encaixa na categoria Shonen, definida como "direcionada ao público jovem, principalmente masculino". Duas coisas que mostram isso são as cenas sangrentas e o ecchi, ou seja, apresenta sensualidade sem sexo explícito ou nudez completa.

Em 11 de Janeiro de 2014 a Coluna do Té voltou de férias com uma postagem sobre Easter eggs
Não são encontrados muitos easter eggs no anime, mas foram descobertos vários movimentos baseados em outros animes e filmes utilizados pelos personagens durante as lutas clássicas:



Já o mangá contém algumas referências, como:
A máscara de Chaos, de Dragon Ball Z.
A camisa com o símbolo de Zelda.
Em 26 de Janeiro de 2014 foi feita uma postagem sobre o pré e pós de alguns animes e jogos, incluindo a Hinata de Naruto Shippuden.
A mudança do protagonista foi considerável desde o início do clássico até a décima quarta temporada do Shippuden, que ainda está em lançamento.
Naruto no anime clássico, ainda com 13 anos.
Naruto no início do Shippuden, 2,5 anos depois.
Sétima temporada do Shippuden.
Atual Naruto.
No dia 1 de Fevereiro de 2014 foi feia uma postagem sobre a tão detestada censura sul americana.
Felizmente, não foram muitas as censuram em Naruto, até porque sua versão clássica era mais infantil e o Shippuden é apenas legendado para o Brasil, mas ainda assim ocorreram algumas desnecessárias no clássico.
Na imagem da esquerda, a Cartoon trocou os buracos na cabeça por manchas.
E aumentou as queimaduras. Lógica?
 O cigarro de Asuma aparece sempre apagado.
Então pra que o cinzeiro?
 O homem preso na cruz fica apenas encostado num tronco.
Torno a dizer: Profetas aprovam.
 E a clássica inexistência do sangue.
Porque ter uma faca fincada no peito não é motivo pra essas frescuras de sangrar, né.
Em 12 de Fevereiro de 2014 foi feita uma postagem sobre animes curtos, junto à mudança da Coluna do Té de Sábado para Quarta-Feira.
O anime está longe de se encaixar em tal categoria, tendo 220 episódios no clássico e, atualmente, 355 no Shippuden, ainda em lançamento, totalizando 23 temporadas.

Em 26 de Fevereiro de 2014 foi feita uma postagem sobre Ruivice, a quase extinta raça da criadora do blog Página 394.
Não há muito a ser acrescentado, considerando que a maioria das ruivas citadas eram deste anime.
Chikushodo
Karin
Kushina
Moegi

Tayuya

Por hoje é isso, não listei tudo que já foi feito na coluna pois nem tudo se encaixa com o anime, mas o resto pode ser visto clicando aqui. aZeus a todos e até semana que vem!

Escreveu o que? - Amanda Marchi e Yohana Sanfer

Nenhum comentário:
Olá,
  o "Escreveu o que?" de hoje será duplo para continuar com os nossos autores parceiros, como expliquei semana passada no Escreveu o que? - Raquel Pagno estou fazendo um especial no 'escreveu o que?' com nossos autores parceiros e como alguns tem poucos livros preciso fazer com dois ou mais no mesmo dia. As autoras de hoje são Amanda Marchi e Yohana Sanfer.

Foto -Amanda Marchi
 
Amanda Marchi

Gêneros: Drama, Romance 
Nascimento: 26/10/1994 
Local: Brasil - Distrito Federal - Brasília



Compra do livro autografado: agarotadacasagrande@outlook.com





11 de mar de 2014

Playlist da semana #7 + Trilha sonora de Divergente

Nenhum comentário:
Olá,
  hoje resolvi dar um tempo nos CDs e voltar a nossa Playlist da semana, além da playlist vou deixar no fim algumas músicas da trilha sonora de Divergente, na próxima semana teremos trilha sonora de um livro, então espero que gostem de hoje e esperem ansiosamente pela próxima trilha sonora.

Playlist da semana:

Black Veil Brides - In The End


10 de mar de 2014

Resenha - Crescendo

Um comentário:
Olá,
  semana passada postei a resenha de Sussurro, primeiro livro da série Hush, hush e hoje trago pra vocês a resenha de Crescendo, o segundo livro da série de Becca Fitzpatrick, espero que gostem.


Crescendo
Crescendo
Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca
Páginas: 285
Ano: 2011
Minha avaliação: ♥♥♥
Links: Trilha sonora / Skoob

Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa. Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?