22 de mai de 2017

Resenha | Mau Começo



Título: Mau Começo
Autor: Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 152
Sinopse: Mau Começo é o primeiro volume de uma série em que Lemony Snicket conta as desventuras dos irmãos Baudelaire. Klaus, Sunny e Violet, são encantadores e inteligentes, mas ocupam o primeiro lugar na classificação das pessoas mais infelizes do mundo. De fato, a infelicidade segue os seus passos desde a primeira página, quando eles estão na praia e recebem uma trágica notícia. Esses ímãs que atraem desgraças terão de enfrentar, por exemplo, um gosmento vilão dominado pela cobiça, um incêndio calamitoso, roupas que pinicam o corpo e mingau frio no café da manhã. É por isso que, logo na quarta capa, Snicket avisa ao leitor: "Não há nada que o impeça de fechar o livro imediatamente e sair para uma outra leitura sobre coisas felizes, se é isso que você prefere".



Depois de muitos anos pretendendo e prometendo ler os livros de Desventuras em série, depois de assistir o filme e maratonar a série, comecei finalmente minha leitura de Mau Começo, primeiro livro da série de livros, e é claro não esperava muitas informações diferentes, afinal já tinha todo um filme e oito episódios de muito sobre essa história, mas como sempre acontece: o livro consegue ser uma experiência totalmente nova e diferente.

Violet, aos seus 14 anos de idade, é uma jovem inventora e irmã mais velha das crianças Baudelaire; Klaus é um jovem quieto, leitor ávido e conhecedor de diversas áreas graças aos livros que lê com tanta frequência; Sunny, a mais nova dos Baudelaire é ainda um bebê e adora morder coisas. As três crianças Baudelaire são, como descritos no início do livro, encantadores e inteligentes, porém acabam vivendo muitas infelicidades.

Como o título do livro entrega, essa primeira obra da série é um mau começo para os irmãos, afinal durante um passeio na praia recebem de Sr. Poe a notícia de que tinham ficado órfãos em um acidente que devastou sua casa. Sem parentes próximos para os quais recorrer e sem um local para chamar de lar, os Baudelaire serão criados por Conde Olaf, até que Violet complete a maioridade e possa receber a herança de seus pais.


Conde Olaf é descrito como um homem "revoltante, gosmento, pérfido" e além de fazer justiça a apresentação nada agradável do narrador acabar se mostrando ainda pior, cruel e nauseante. Assistindo a série e ao filme, com atores que estão muito mais para comediantes, somos levados a rir de algumas situações de tão ridículas que parecem ser quando Conde Olaf está na cena, porém ao ler o livro, sem atores e apenas com nossas imaginações, as situações são levadas para o lado cruel do personagem, afinal tudo o que ele faz é com o objetivo de ficar com a fortuna dos Baudelaire e não mede esforços mesmo que os afetados sejam apenas crianças.

O livro é pequeno e consegui acabar ele em poucas horas, apesar disso é uma história envolvente e contada de forma muito interessante. Lemony Snicket é o autor, criado pelo real escritor do livro Daniel Handler, e também narrador da história e nos conta a saga dos órfãos Baudelaire de forma diferente, em todo momento somos levados a acreditar que algo bom está por vir para os três irmãos, porém após alguns acontecimentos não tão bons entendemos que realmente a história é feita de desventuras em série e poucas vezes veremos momentos felizes na obra.

O livro é bem escrito, com personagens bem elaborados e envolvente, mesmo que o número de páginas não fossem tão poucos seria possível devorar a obra em pouco tempo simplesmente porque tudo ajuda, as crianças Baudelaire são de querer trazer pra casa, o vilão é cruel porém carismático e as situações muito bem criadas. Se você assim como eu vai ler o livro depois de assistir as adaptações não se deixe influenciar e curta o livro separadamente.


E por hoje isso é tudo, espero que tenham gostado da resenha, leiam o livro se ainda não tiveram a chance e se já tiveram comentem o que acham do livro, da série e até do filme, não esqueçam de seguir o blog e que estamos esperando vocês lá no facebook também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Segue o Página 394

Twitter

Nosso instagram